‘Estreia’ de Ronaldo e trio carioca são destaques na seleção da 32ª rodada

O quarteto ofensivo da seleção da 32ª rodada é de muito respeito. Já seria se contasse apenas com três desses jogadores, mas ganhou um reforço e tanto em Ronaldo. O camisa 9 do Corinthians, que tem só seis jogos no Campeonato Brasileiro, fez sua “estreia” no Troféu Armando Nogueira ao integrar pela primeira vez o time ideal de uma parcial. Faz companhia a ele um trio de nacionalidades diferentes: o argentino Conca, o uruguaio Loco Abreu e o brasileiro Edno. Eles foram fundamentais nas vitórias de Botafogo e Fluminense, os clubes que mais se deram bem no fim de semana.

A seleção foi eleita após a apuração das notas de todos os jogos, atribuídas pelos especialistas de SporTV e GLOBOESPORTE.COM.

Ronaldo nem teve uma atuação de encher os olhos no empate por 1 a 1 com o Flamengo, no jogo que abriu a rodada, quarta-feira. No entanto, só por ser Ronaldo ele já preocupa pelo menos dois defensores e abre espaços para os companheiros. E o craque é inteligentíssimo. Sempre de olho na linha de impedimento, colocou-se em posição legal, sem marcação, e recebeu passe de Bruno César para fazer o gol alvinegro no confronto. Com nota 7, ele conseguiu uma vaguinha entre os destaques.

O parceiro de ataque do Fenômeno é o botafoguense Loco Abreu, outro que tem uma inteligência fora do comum. A vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-MG faz o Glorioso sonhar até com o título nacional, já que está a seis pontos dos líderes. Muito disso tem de ser colocado na conta de Abreu. Neste sábado, ele deu uma assistência e fez um gol no triunfo, na sua tradicional cavadinha – desta vez com a bola rolando. Com muita movimentação em campo, ele ganhou nota 7,5.

Mas quem mudou o jogo mesmo foi o meia Edno, outro alvinegro no setor ofensivo da seleção. Foi ele quem deu outra dinâmica ao meio-de-campo, criou as principais jogadas, fez o primeiro gol e deu passe primoroso para Loco Abreu marcar o outro. Por isso, a nota dele é um pouco maior que a do uruguaio: 8. O técnico Joel Santana, responsável pela mudança que ganhou a partida, é o comandante do fim de semana, também com 8. Edno comemorou a belíssima exibição.

– Observei o jogo de fora e vi que tinha muitos espaços. Sabia que entraria no jogo, e aproveitei as chances atuando como terceiro homem do ataque. Aprovei o toque do Loco Abreu para marcar o primeiro gol e depois dei um passe açucarado para ele fazer o segundo – disse o meia.

O líder do campeonato só tem um jogador nesta parcial do Troféu. Mas que jogador… O meia Conca mostrou mais uma vez os motivos de ser tão adorado pelo técnico Muricy Ramalho. No difícil confronto contra o Grêmio, no Engenhão, o argentino pediu a bola e decidiu, mantendo o Tricolor na ponta da tabela com 57 pontos. No primeiro tempo, um golaço no ângulo abriu o placar. No segundo, ele deixou novamente sua marca, dando uma de centroavante e aparecendo bem na área para desviar chute de Washington. Resultado final: Conca 2 x 0 Grêmio. E nota 8 para o craque, que fecha o quarteto de respeito.

Inter x Santos também no Armandão

Já classificados para a Taça Libertadores do próximo ano, Internacional e Santos duelaram no Beira-Rio pela sobrevivência. Afinal, para a dupla só vale o título, que coroaria um ano praticamente perfeito das equipes. O empate por 1 a 1 mostrou o equilíbrio existente entre os gaúchos, campeões da Libertadores, e os paulistas, detentores da Copa do Brasil. Na seleção, entram dois de cada lado.

Pelo time da casa, aparecem o lateral-direito Nei e o zagueiro Bolívar. O primeiro foi arma importante no ataque e pivô da polêmica que fez os santistas se queixarem. Foi ele quem salvou um gol, aparentemente, em cima da linha, em lance que a arbitragem mandou seguir. Na sequência, porém, o tira-teima mostrou que a bola havia entrado. Alheio à polêmica, Nei ficou com 7. Bolívar, sempre seguro na zaga, ficou com 8.

Já pelo Peixe, entram o zagueiro Edu Dracena e o goleiro Rafael. Enquanto Edu foi bem e anulou o ataque colorado, o camisa 1 fez partida espetacular, evitando o gol do Inter em várias oportunidades. Com defesas difíceis, ele manteve o time à frente no placar e só não conseguiu evitar o tento de Leandro Damião, em cabeçada indefensável dentro da área. Rafael levou nota 8.

Completam a seleção os volantes Tinga, do Palmeiras, e Leandro Guerreiro, do Botafogo, além do lateral-esquerdo Eltinho, do Avaí. O palmeirense fez um golaço na vitória por 3 a 2 sobre o Goiás e ficou com 7,5. Guerreiro foi importante ao conter o ataque do Galo e obteve a mesma nota. Eltinho, autor do gol da vitória sobre o Guarani, ficou com 7.

Troféu Armando Nogueira - Seleção da 32ª rodada Troféu Armando Nogueira – Seleção da 32ª rodada (Foto: Editoria de Arte / Globoesporte.com)
globesporte