Quarta-feira, 13 Dezembro, 2017

Iêmen: ex-presidente Saleh foi morto, confirma dirigente do partido

Rebeldes huthis reforçam controle na capital do Iêmen após morte de presidente Colunas de fumaça dominam a capital iemenita durante confrontos entre rebeldes huthis e aliados do falecido presidente Saleh- AFP
Viriato Gomes | 05 Dezembro, 2017, 01:52

"O Ministério do Interior [controlado pelos rebeldes] anuncia o fim da milícia da traição e a morte do seu líder [Ali Abdallah Saleh] e de alguns dos seus elementos criminosos", anunciou a televisão dos Huthis, Al-Massirah, citando um comunicado.

A casa do ex-presidente foi atacada pelos rebeldes nesta segunda.

Um vídeo mostra ele sendo carregado em um cobertor florido, o rosto imóvel e a camisa ensanguentada.

Fontes ligadas ao movimento Houthi adiantaram que as suas milícias travaram o veículo do antigo presidente nos arredores da capital Sanaa com um lança-rocket e depois dispararam vários tiros. Após o fim da aliança, líderes huthis o ameaçaram de morte.

No sábado (2), Saleh declarou que estava pronto para abrir diálogo com a Arábia Saudita, que lidera uma coalizão sunita em apoio ao atual governo do Iêmen. Antes disso, presidiu a República Árabe do Iêmen (Iêmen do Norte) de 1978 até a unificação do país.

Pressionado pelas Primaveras Árabes do Médio Oriente para pôr fim à sua ditadura de 33 anos, foi forçado a abandonar o poder em 2012 e cedeu o seu lugar ao vice-presidente, Abd-Rabbu Mansour Hadi, que teve o apoio das potências regionais árabes e dos Estados Unidos.

Gilmar Mendes solta Jacob Barata Filho pela terceira vez e se justifica
Na mesma decisão, ministro do STF também determinou a soltura de Lélis Teixeira , ex-presidente da Fetranspor. O executivo estava em prisão preventiva após decreto do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2).

PM Abbasi, COAS Bajwa off to Saudi Arabia for crucial meetings
Saudi Arabia also leads a coalition of nations fighting in Yemen against Shiite rebels there who have Iran's backing. A Reuters report noted that Qatar, which is a member of the coalition, was not present at the meeting.

Guardiola admite torcer por renovação de Messi com o Barcelona
Eu nunca descarto o Real Madrid pelo que é e pela experiência, embora agora não tenha os resultados que todos esperam. O Barcelona , de Messi , visita o Valencia neste domingo (26 de novembro), pela 13ª rodada da La Liga Santander.

Neste momento, intensificam-se os combates na capital.

"O presidente irá propor uma anistia geral para todos aqueles que colaboraram com os huthis e decidiram se retrair", disse o primeiro-ministro iemenita, Ben Dagher, em um discurso em Aden, a grande cidade do sul controlada pelo governo reconhecido pela comunidade internacional. O objetivo deste anúncio é enfraquecer ainda mais os rebeldes apoiados pelo Irão.

Segundo Jamie McGoldrick, coordenador da missão humanitária da ONU no país, a capital Sanaa virou um cenário de guerra nos últimos dias.

Os civis devem permanecer "a mais de 500 metros" de distância das áreas controladas pelos rebeldes huthis, indicou o canal. Há registo de ataques aéreos e forte presença militar nas ruas de Sanaa.

De acordo com os habitantes, os combates iniciados na quarta-feira entre facções rivais da rebelião espalharam-se para fora da capital.

Fidel convirtió la Cenicienta en Princesa (+Audio) Fidel convirtió la Cenicienta en Princesa (+Audio) Morales y Maduro rinden homenaje al líder de la Revolución Cubana, Fidel Castro , a un año de su muerte, y destacan su papel como adalid contra el imperialismo.

Copa 2018: Portugal defronta Espanha, Irão e Marrocos no Grupo B Copa 2018: Portugal defronta Espanha, Irão e Marrocos no Grupo B Julen Lopetegui teceu rasgados elogios à Selecção Nacional, que a Espanha irá defrontar no Grupo B do Mundial 2018, juntamente com Irão e Marrocos.

Tasso e Perillo desistem de disputar presidência do PSDB e apoiam Alckmin Tasso e Perillo desistem de disputar presidência do PSDB e apoiam Alckmin Alckmin na presidência do partido era um movimento considerado quase que natural devido à eleição de 2018. As movimentações em torno do nome de Alckmin ganharam força no último final de semana.