Domingo, 19 Novembro, 2017

Arábia Saudita sobe tom contra Irã a respeito do Iêmen

Duplo atentado suicida contra instalações da segurança no Iémen Arábia Saudita sobe tom contra Irã a respeito do Iêmen
Viriato Gomes | 08 Novembro, 2017, 00:28

Numa conversa telefónica com o seu homólogo britânico, Boris Johnson, o chefe da diplomacia iraniana, Mohammad Javad Zarif, "afirmou que as alegações dos responsáveis sauditas eram contrárias à realidade e perigosas", declarou à agência France-Presse o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros iraniano, Bahram Ghassemi.

"O regime iraniano confirma mais uma vez o seu completo menosprezo com suas obrigações internacionais", denunciou a embaixadora americana na ONU, Nikki Haley, em comunicado.

A coligação árabe, que combate os rebeldes Huthi no Iémen desde 2015, anunciou, na segunda-feira, o encerramento temporário de todos os aeroportos e portos do Iémen, sem indicar quanto tempo a medida será mantida.

O governo da Arábia Saudita responsabilizou o Irã pelo lançamento de um míssil balístico feito contra Riad por rebeldes xiitas do Iêmen e disse que a agressão pode ser considerada um ato de guerra.

Mais de dez mil pessoas foram mortas no guerra civil no Iémen, que já obrigou o Presidente Abd-Rabbu Mansour Hadi a fugir do país e a pedir ajuda à Arábia Saudita. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a guerra no Iêmen provocou mais de 8.650 mortos e deixou 58.600 feridos, incluindo muitos civis.

Receita Federal apreende uma tonelada de cocaína no Porto de Santos
A Alfândega do Porto de Santos , no litoral de São Paulo, apreendeu mais de uma tonelada de cocaína nesta sexta-feira (3). Em maio deste ano, oito pessoas foram detidas em Paranaguá por envolvimento no tráfico internacional de drogas.

UE diz que Espanha "é nosso único interlocutor", não a Catalunha
Entre as medidas estão a destituição do governo regional, a limitação dos poderes do parlamento catalão e a realização de eleições regionais no prazo máximo de seis meses.

Coreia do Sul descarta hipótese de desenvolver ou ter armas nucleares
Em causa estava a construção de um túnel subterrâneo que acabou por colapsar. "Nós não vamos desenvolver ou ter [armas] nucleares", realçou.

O príncipe Mohammed, que também é ministro da Defesa, se considera o artífice da intervenção saudita no Iêmen.

O movimento xiita dos houthis iemenitas, de acordo com relatos, ameaçou atacar os portos e aeroportos sauditas e dos EAU.

O ministro das Relações Exteriores da Arábia Saudita, Adil al-Jubeir, afirmando que não permitirá qualquer violação da sua segurança nacional, disse que "mantêm-se no direito de responder no momento apropriado e de acordo com seus atos hostis".

"Confio plenamente no rei Salman e no príncipe herdeiro da Arábia Saudita".

Os rebeldes iemenitas huthis, acusados de receber o apoio do Irã, reivindicaram o lançamento do míssil de um alcance de quase 750 quilômetros com o objetivo de alcançar o aeroporto de Riad.

Atacante "ligado" ao autoproclamado Estado Islâmico Atacante Centenas de agentes estão no local, incluindo um esquadrão antibomba, mas a polícia disse que não procura outros suspeitos. O presidente Donald Trump , na rede social Twitter , considerou o atacante como uma "pessoa doente e desequilibrada".

Parlamento se declara como estado independiente — Independencia de Cataluña Parlamento se declara como estado independiente — Independencia de Cataluña Pese a ello, el gobierno regional lo dio por bueno, asegurando que hubo un 90% de síes a la secesión y una participación del 43%. El Parlamento catalán aprobó una histórica resolución que proclama una República de Cataluña independiente y soberana .

Senado da Espanha autoriza Madri intervir na Catalunha Senado da Espanha autoriza Madri intervir na Catalunha Foram essas duas forças que impulsionaram o plebiscito de 1º de outubro, com 43% de participação e 90% dos votos no "sim". A medida prevê também a prisão dos líderes independentistas por até 30 anos sob a acusação de rebelião.