Sábado, 18 Novembro, 2017

EUA impõe nova rodada de sanções à Venezuela

Venezuela realiza exercícios militares contra ameaça dos EUA Venezuela toma medidas para se proteger contra sanções dos EUA
Viriato Gomes | 27 Agosto, 2017, 00:34

O governo de Donald Trump já descartou uma eventual operação militar na Venezuela em futuro próximo - possibilidade evocada há duas semanas pelo presidente dos EUA -, mas Nicolás Maduro não perdeu a oportunidade para expor seu arsenal e posar de vítima do imperialismo.

"Neste momento pareceu-nos, já que não estamos a ver nenhum progresso para ajudar o povo da Venezuela e vemos mais da tomada de poder que Maduro está a tentar, que as sanções eram uma opção para mandar uma mensagem", disse.

O ministro de Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, afirmou que as novas sanções financeiras contra o país, impostas na sexta-feira passada pelos Estados Unidos, são "as piores agressões para a Venezuela nos últimos 200 anos".

Um decreto assinado pelo presidente Trump, o primeiro que afeta o país e não apenas indivíduos venezuelanos, "proíbe negociar nova dívida emitida pelo governo da Venezuela e sua empresa petroleira estatal".

"El Pais" divulga fotos do suspeito a fugir após atentado
No local, os militantes manipularam dezenas de cilindros de gás butano e material explosivo. Abouyaaqoub continua foragido e, segundo a polícia, é "perigoso e pode estar armado".

Manchester City cobiça Lionel Messi
Vale lembrar que este é o mesmo dirigente que garantiu que Neymar ficaria em Camp Nou, renovando o vínculo. Descarregue a nossa App gratuita.

Polícia evacua Rambla de Barcelona após viatura atropelar várias pessoas — Vídeo
A Casa Real da Espanha condenou o ataque no Twitter:"São uns assassinos, simplesmente uns criminosos que não vão nos aterrorizar". A polícia está a controlar todas as entradas e saídas de Barcelona. "Ninguém está acuado em qualquer bar no centro de Barcelona".

A ameaça de ação militar feita por Trump está sendo usada por Maduro para apoiar seu discurso de que o "império" norte-americano está travando uma guerra econômica contra a Venezuela e quer invadir o país para roubar suas reservas de petróleo.

O chanceler venezuelano insistiu em dizer que estas sanções "não são contra indivídos, são contra o povo venezuelano, sua economia, seu bem-estar e não vamos permitir isso".

Esta decisão surge na sequência da imposição, pelo regime do Presidente venezuelano, da Assembleia Constituinte - com delegados definidos pelo regime, que foi a votos no fim de Julho e suplantou os poderes da assembleia que já existia e tinha delegados que faziam oposição a Maduro.

Por outro lado, acusou a "elite" que governa os EUA de ser racista, "supremacista" e de odiar o povo da Venezuela, da América Latina e das Caraíbas.

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 37 milhões no sábado Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 37 milhões no sábado O sorteio do concurso 1.962 será às 20h, na praça Pedro de Toledo, em Araraquara (SP), onde está o Caminhão da Sorte. Em dias de sorteio, entretanto, as apostas terminam às 19h, voltando a partir das 21h, mas para o concurso seguinte.

Privatização da Eletrobras vai baratear conta de luz, diz ministro Privatização da Eletrobras vai baratear conta de luz, diz ministro O ministro disse também que, com a privatização , as tarifas de energia podem cair no médio prazo para o consumidor . Não podemos nos esquecer que a Eletrobras cumpre um importante papel no desenvolvimento econômico brasileiro.

Moro nega pedido de Lula para suspender depoimento de ex-presidente Moro nega pedido de Lula para suspender depoimento de ex-presidente Moro cogitou obrigar o petista a acompanhar as audiências presencialmente, mas voltou atrás por determinação do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF4).