Terça-feira, 17 Outubro, 2017

Ex-ministro Henrique Eduardo Alves é preso em operação da PF

PF prende ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves Procurador aponta 'verdadeira ficção' nas contas de campanha de ex-ministro
Viriato Gomes | 07 Junho, 2017, 01:49

SÃO PAULO - (Atualizada às 18h10) A Polícia Federal (PF) prendeu preventivamente Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), ex-ministro do Turismo e ex-presidente da Câmara, durante a Operação Manus, deflagrada em Natal e que decorre de inquéritos instaurados no Supremo Tribunal Federal (STF).

Ainda de acordo com a Folha, são cumpridos 33 mandados, sendo cinco mandados de prisão preventiva (sem prazo), seis de condução coercitiva, quando alguém é levado a depor, e 22 de busca e apreensão nos no Rio Grande do Norte e no Paraná.

A operação apura indícios de corrupção ativa e passiva, além de lavagem de dinheiro, na construção da Arena das Dunas em Natal, no Rio Grande do Norte. Também foi decretada uma nova prisão preventiva do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que está preso em Curitiba.

O mandado de prisão foi expedido pela Justiça Federal do Rio Grande do Norte e faz parte de um desdobramento das delações da Odebrecht.

A conta descoberta tinha um saldo de mais de R$ 2 milhões.

Iggy Azalea apaga fotos com Anitta de seu Instagram
Nos comentários, Iggy chegou a ser chamada de "falsiane", enquanto exaltou-se o fato de que Anitta está "conquistando o mundo". Então eu peço a vocês que esperem o clipe ficar pronto pro lançamento oficial e eu tenho certeza que vocês vão amar.

Acusada de vazar informações sobre interferência da Rússia no EUA é presa
O alerta chegou ao FBI no primeiro dia de junho , depois de a NSA ter sido confrontada pelo The Intercept com o teor do relatório. Uma investigação interna dentro da NSA revelou que Reality Winner foi uma das seis pessoas que imprimiram o documento .

Ninguém sabe do corpo de Garrincha
O craque morreu em 20/01/1983, mas na sepultura consta que ele faleceu em 20/01/1985, ou seja, dois anos depois da data correta. Os restos de Garrincha teriam sido retirados, há cerca de dez anos, do túmulo onde originalmente foi sepultado.

Preso, Henrique Eduardo Alves foi ministro do Turismo nos governos Dilma e Temer. Ele deixou o cargo ao ser envolvido na Operação Lava Jato pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, que o acusou em delação premiada de receber propina.

Enquanto a Polícia Federal o retirava de casa, Henrique Alves foi vaiado e insultado por vários populares.

A investigação realizada se iniciou após a análise das provas coletadas em várias das etapas da Lava Jato que apontavam solicitação e o efetivo recebimento de vantagens indevidas por dois ex-parlamentares cujas atuações políticas favoreceriam duas grandes construtoras envolvidas na construção do estádio. O nome da operação é referência ao provérbio latino "Manus Manum Fricat, Et Manus Manus Lavat", cujo significado é: uma mão esfrega a outra; uma mão lava a outra.

A partir de delações premiadas e afastamento de sigilos fiscal, bancário e telefônico dos envolvidos, foram identificados diversos valores recebidos como doação eleitoral oficial, entre 2012 e 2014, que se tratavam de propina. Além disso, um dos investigados usou valores supostamente doados para a campanha de 2014 em benefício próprio.

Os alvos responderão pelos crimes de corrupção ativa e passiva, além de lavagem de dinheiro.

Zidane tem dúvida para montar o Real contra a Juventus na Champions Zidane tem dúvida para montar o Real contra a Juventus na Champions Penso que temos que aproveitar cada momento da partida. "Temos que estar relaxados e nos prepararmos para o jogo sem ansiedade". Cada um tem a sua opinião e temos de respeitar, mas a Juventus tem uma grande equipa.

Governo libera vacinação contra a gripe para toda a população Governo libera vacinação contra a gripe para toda a população O ministro da Saúde, Ricardo Barros , afirmou que este ano houve poucos casos por influenza devido à baixa circulação do vírus. Crianças (71,37%), trabalhadores de saúde (71,4%), gestantes (64,77%) e professores (76,98%) ainda não atingiram.

Presidente-executivo da EDP é suspeito em investigação por corrupção em Portugal Presidente-executivo da EDP é suspeito em investigação por corrupção em Portugal As duas entidades confirmaram que decorreram diligências por parte das autoridades judiciais, nas respetivas sedes, em Lisboa. Contactada pela TSF, a EDP limita-se a confirmar as buscas e a afirmar que está a colaborar totalmente com as autoridades.