Segunda-feira, 26 Junho, 2017

Afluência às urnas menor do que em 2012 — França

Macron e Kuczynski reiteram compromissos sobre o clima em Paris O presidente francês Emmanuel Macron em Paris em 3 de junho de 2017- POOL AFP
Viriato Gomes | 12 Junho, 2017, 00:59

Este é o primeiro turno das eleições legislativas, que serão concluídas no próximo domingo (18), determinando o futuro do governo do centrista de Emmaanuel Macron, que foi eleito presidente em 7 de maio com 66% dos votos. Os Republicanos terão entre 85 e 125.

Mais de 47 milhões de franceses são chamados a escolher os 577 deputados da Assembleia Nacional.

No total, concorrem 7.882 candidatos, que devem renovar a câmara baixa do Parlamento.

A idade média é de 48,5 anos e mais de 42% são mulheres. Atualmente, elas representam 26,9% dos deputados, ou 155 de 577, o que já é um recorde no país.

O primeiro turno das legislativas dos franceses no exterior, no último final de semana, foi uma prévia da vitória anunciada do movimento presidencial.

O segundo turno das eleições legislativas acontece no próximo domingo. Junto a outros candidatos que conquistarem ao menos 12,5% dos votos naquela circunscrição. No segundo turno, vence o mais votado em cada distrito. O movimento político do mandatário, República em Marcha!

As projecções dão 32,9% ao partido de Macron e apontam para uma maioria do "Em Marcha" o que poderá dar força às reformas pró-negócios que o presidente quer implementar. Seguidos dos socialistas, que elegeriam menos de 40 deputados.

Internacional pode ser excluído do Brasileiro
Em resposta, o STJD afirmou que o clube era investigado e não poderia ter acesso à íntegra das investigações. Ele teria ouvido diversos depoimentos, colhido provas técnicas, feito perícias.

Trump critica prefeito de Londres por declaração após atentados
Após o atentado, presidente dos EUA escreveu: 'Ao menos sete mortos e 48 feridos em um ataque terrorista e o prefeito de Londres diz que não há motivo para alarme!'.

Avião da JBS complica ainda mais situação de Temer
"O vice-presidente não sabia a quem pertencia a aeronave e não fez pagamento pelo serviço", informa a nota. Ele foi no mês de abril para compromisso com o grupo LIDE e utilizou aeronave da FAB para seu deslocamento.

Numas eleições marcadas por uma forte abstenção, o movimento República em Marcha, de Macron terá ficado acima dos 30%, a uma distância de cerca de 10 pontos dos Republicanos (direita conservadora), segundo apontam as sondagen encomendas pelas televisões. Ela teria dificuldade para conquistar 25 assentos.

Em um mês de mandato, Macron já desafiou o homólogo americano sobre o Acordo de Paris sobre o clima -de que o americano anunciou sua retirada- e o presidente russo, Vladimir Putin, a quem falou duramente em seu palácio de Versalhes.

A Assembleia Nacional que será substituída tinha 284 membros do Partido Socialista, do ex-presidente François Hollande, e 199 dos Republicanos.

Um aspecto relevante da disputa é o perfil dos candidatos do partido de Macron: metade dos nomes nunca exerceu mandato político e vem da sociedade civil.

De tão importantes que são para o funcionamento de um governo, as legislativas francesas são apelidadas de "terceiro turno das eleições presidenciais". Até o momento, contava com cerca de 300 deputados no Parlamento, mas poderia manter apenas um décimo. Conquiste uma maioria absoluta.

O casal votou em Le Touquet, zona balneária e turística muito concorrida pelas suas praias próximas de Paris, onde tem uma casa de férias e em torno da qual foi montado um perímetro de segurança.

Oficial: Antero Henrique vai dirigir o futebol do PSG Oficial: Antero Henrique vai dirigir o futebol do PSG Antero Henrique é o novo diretor desportivo do PSG, anunciou o vice-campeão francês esta sexta-feira. Antero vai trazer seu conhecimento e experiência de futebol.

Filho de italiana é o terceiro suspeito do ataque em Londres Filho de italiana é o terceiro suspeito do ataque em Londres A corporação também informou que um homem de 27 anos suspeito de envolvimento nos ataques foi preso nesta terça-feira. O terrorista havia feito essa mesma campanha em 2015, quando foi expulso de ao menos uma mesquita londrina.

Presidente-executivo da EDP é suspeito em investigação por corrupção em Portugal Presidente-executivo da EDP é suspeito em investigação por corrupção em Portugal As duas entidades confirmaram que decorreram diligências por parte das autoridades judiciais, nas respetivas sedes, em Lisboa. Contactada pela TSF, a EDP limita-se a confirmar as buscas e a afirmar que está a colaborar totalmente com as autoridades.